APCEP - Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente
Untitled Document
  • apcep.pt
  • apcep.pt
  • apcep.pt
  • apcep.pt
  • apcep.pt
 
Prémio Grundtvig 2017 da EAEA - Associação Europeia para a Educação de Adultos
 
As organizações de Educação de Adultos têm sido muito criativas no sentido de captar mais pessoas adultas para processos de aprendizagem e o prémio Grundtvig deste ano celebrará estas iniciativas. Isto é particularmente importante dentro do actual contexto político - a Recomendação do Conselho Europeu "Percursos de aumento de qualificações” que acaba de ser lançada, tem como um dos objectivos a motivação e envolvimento de novos grupos de adultos.
 

Em 2017, o prémio Grundtvig EAEA será atribuído a um projecto que demonstre o sucesso no envolvimento de novos aprendentes adultos. 

Um dos principais desafios da educação de adultos é muitas vezes descrito como o "efeito Matthew" – aqueles que já têm, terão acesso a mais e aqueles que não têm, ainda terão menos. Isto significa que aqueles que já têm níveis mais elevados de educação estão mais propensos a participar em oportunidades de Educação de Adultos. Em parte, isso deve-se à probabilidade de que tenham empregos nos quais são oferecidas oportunidades de formação, mas também é mais provável que tenham experiências positivas de aprendizagem e estejam, portanto, mais propensos a participar voluntariamente.

Objectivos principais da iniciativa Prémio EAEA Grundtvig:

- Sensibilizar, a nível europeu, para as iniciativas que visam atrair novos aprendentes para a Educação de Adultos;

- Sensibilizar para a importância da Educação de Adultos enquanto facilitador para que os cidadãos não sejam apanhados na “armadilha das baixas qualificações”;

 - Celebrar a criatividade para alcançar novos aprendentes.

 

Categorias:

A EAEA irá premiar excelentes projectos de Educação de adultos, relacionados com o tópico "Engajar/ Envolver novos aprendentes" em três categorias:

1. Projectos europeus:

• Projectos de países da UE  ou países candidatos que tenham uma parceria em pelo menos 3 países;

• Projectos de outros países europeus que tenham a componente transnacional.

 2. Projectos internacionais (fora da Europa):

• Projetos que possuam um elemento transnacional ou uma forte parceria nacional ou local, com actores diversificados.

 3. Projectos nacionais ou regionais:

• Projectos implementados a nível nacional ou regional que tenham uma forte parceria nacional ou local com uma vasta gama de interessados ​​e mostram formas inovadoras de trabalhar com adultos.

Os projectos que resultam de candidaturas ao Programa Erasmus + ou qualquer outra fonte de financiamento são bem vindos.


Critérios:

• O projecto deve demonstrar claramente que está alinhado com o tema "Engajar/ Envolver novos aprendentes";

• Deve ter evidências de resultados tais como um relatório, site, DVD, ou qualquer forma de verificação;

• É desejável que o projeto seja transferível e / ou útil para outras organizações;

• o testemunho de um aprendente será visto como valor adicional;

• O projecto ou a iniciativa deve estar operacional há alguns meses e / ou estar perto da sua conclusão;

• Aceitam-se também projectos concluídos, mas que tenham terminado no prazo de dois anos a contar da cerimónia de entrega do prémio Grundtvig (Junho de 2015);

• Procuram-se, em particular, projetos que demonstrem criatividade e novas formas de trabalhar com adultos que não participaram anteriormente em oportunidades/ iniciativas de Educação de Adultos.

Para concorrer, preencha o formulário disponível aqui.

Atenção: data limite para a apresentação de projectos - 10 de Abril!

Se necessitar de mais informações, poderá contactar directamente a EAEA através deste email ou, se preferir, contacte a APCEP para o nosso email ou através da nossa página de Facebook aqui.

Toda a informação da iniciativa Prémio Grundtvig - A Excelência na Educação de Adultos está disponível para consulta aqui.


 
 
 



Untitled Document
 
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
Untitled Document

© 2016 Copyright - Todos os direitos reservados à Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente | Webmaster: David Albino